PORTAL POÉTICO CCF NO SEU IDIOMA

ITAPERUNA, MINHA TERRA

ITAPERUNA, MINHA TERRA
De Itaperuna para Praia Grande

quarta-feira, agosto 30, 2006

SONETO PARA CELUTA

Filha, queria estar com você
no meu colo em acalanto
tirar do teu peito a dúvida
que gera no teu rosto o pranto

Vendo no monitor tua emoção
percebi que a mulher floresceu
e que o destino tirou de mim
o momento desta transformação

Olha filha, a chama que no teu peito arde
se as vezes te rouba a alegria
também te mostra a verdade

Afinal, sempre se fará presente
um amanhã para corrigir
as incertezas que ora você sente

Nota: Domingo a noite(27.08.06), eu pude via Internet, conversar longamente com minha filha, que mora em São Luis-MA. Por origem este sonete lhe pertence. Porém, eu gostaria de dedica-lo a todos aqueles pais que por motivos alheios a sua vontade, estão distantes das suas suas filhas ou filhos.

domingo, agosto 27, 2006

LEVAR POESIA ASSIM,UM SONHO!


AO POETA INICIANTE

Para definir os universos
que você esculpe em rimas
o fator de importância
não está só na sonoridade das primas
mas também no espaço em branco
que se impõe a cada estância

Prima= A corda que dá o som mais agudo em certos instrumentos. A palavra que dá maior sonoridade
ao verso de qualquer poema no contexto
da estrofe(estancia).
Estância= Grupo de versos que apresentam em geral sentido completo, Estrofe.

sábado, agosto 26, 2006

MEUS 52 ANOS

Agora que estou bem nutrido
Depois de Ter sido bem amado
Posso ir trabalhar feliz
E abraçar o meu passado

Consigo antever como promissor
O futuro dos filhos
Que de verdade sempre quis
Dois dormem ao nosso lado
Uma caminha decidida
Pelas ruas de São Luís
Outra floresce adolescente
Sob as bênçãos de Aparecida
Caio, Cássio, Celuta e Bárbara
Os maiores feitos da minha vida

Ah! Para minha sorte
Solange minha mulher
É o meu pilar mais forte

terça-feira, agosto 08, 2006

ELEIÇÕES

A vaquejada está em curso.
Dominado o gado, o capataz aguarda o momento certo para aplicar o ferrete na boiada,
que extasiada com o bolsão de feno recebido, rumina sem dar importancia aos efeitos.

Biografia

Celso Corrêa de Freitas
56 anos.
Poeta, Escritor e Articulista.
Nascido em Itaperuna-RJ, aos 26 de Agosto de 1954.
Atual Presidente (O sexto) da Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande-SP e da Confraria de Artistas e Poetas pela Paz - CAPPAZ Seccional de Praia Grande-SP.
Coordenador da Cappaz para a Costa de Mata Atlântica(Baixada Santista).
Colaborador ativo nos jornais e demais meios de comunicação (Blogs e Sites). Participante, prefaciante e Organizador de Antologias e livros solos.
Contato: Celso.correadefreitas@gmail.com-casadopoetabrdepraiagrande@gmail.com-ccfcappaz@globomail.com
Sites: www.portalpoeticoccf.blogspot.com-www.casadopoetapg.com.br-www.cappaz.com.br