PORTAL POÉTICO CCF NO SEU IDIOMA

ITAPERUNA, MINHA TERRA

ITAPERUNA, MINHA TERRA
De Itaperuna para Praia Grande

terça-feira, junho 02, 2009

JUNHO, O MÊS DO MEIO AMBIENTE

Texto de abertura do SARAU DOS PENSADORES, promovido pela Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande-SP. Dia 30/05/09
5 DE JUNHO-DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE E DA ECOLOGIA
Lá fora, vozes clamando no deserto pregam que precisamos cuidar do nosso Planeta Terra. Alguns apegados a religião buscam no Rei Davi e o seu salmo 37:29 a razão para não temerem:
“...Os justos possuirão a terra e residirão sobre ela para sempre.”
Com certeza Davi, ao compor tão belo cantito, não tinha a dimensão da capacidade destrutiva do ser humano nos dias de hoje.
Onde está o nosso compromisso com a nossa casa universal, a primeira e única morada pois dela viemos e a ela voltaremos.
Estamos todos os dias agredindo-a e depredando-a, sob o rótulo de conquistadores, desbravadores e construtores do progresso.
Viva o progresso, mas viva ainda mais aquele que cuida dos ecossistemas, cuida das águas, do solo, do ar, do mar e da totalidade da grande nave mãe denominada planeta terra.
Alguém além de alguns poucos já ouviram falar na Carta da Terra?
Um dos documentos mais importantes assinado pelos governantes humanos ao final do século XX.
Por acaso ela está afixada nas Escolas, nas igrejas e Templos, Nas repartições ao lado da foto dos senhores Prefeitos, Governadores e Presidentes?
Precisamos nos decidir, ou cuidamos da nossa casa ou ela vai cair. A chapa...quero dizer, o telhado está ficando cada vez mais quente. E as geleiras derretendo em níveis assustadores.Tal situação afeta até, embora passe despercebida a relação, as nossas relações sociais. Isso explica a nossa convivência tão diferente, injusta e destrutiva”.
Precisamos gritar...como diria Roberto...Um erro não concerta o outro...
Precisamos promover uma ação para proporcionar uma reação...Acabar com o desmatamento, por fim a poluição dos mares e dos rios. Preservar a água. Terminar com a poluição sonora e visual. Extinguir os agrotóxicos. Não jogar lixo nas ruas, calçadas e praças. Acabar com as drogas, parar de fumar e de beber. Abominar a promiscuidade. Transar com segurança e amor. Primeiro para não virar transmissor de doenças sexualmente transmissíveis, segundo para não gerar filhos por gerar. Banir as pichações em muros e prédios. Transformar pedintes em cidadãos. Deixar as aves livres no seu habita natural. Não pescar predatoriamente. Reurbanizar favelas e não permitir mais construções irregulares.
Humanos concientes, Deus contente e a terra seguindo em frente para todo o sempre!(CC) 29/05/09 – 16Horas e 19 Minutos.

Nenhum comentário:

Biografia

Celso Corrêa de Freitas
56 anos.
Poeta, Escritor e Articulista.
Nascido em Itaperuna-RJ, aos 26 de Agosto de 1954.
Atual Presidente (O sexto) da Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande-SP e da Confraria de Artistas e Poetas pela Paz - CAPPAZ Seccional de Praia Grande-SP.
Coordenador da Cappaz para a Costa de Mata Atlântica(Baixada Santista).
Colaborador ativo nos jornais e demais meios de comunicação (Blogs e Sites). Participante, prefaciante e Organizador de Antologias e livros solos.
Contato: Celso.correadefreitas@gmail.com-casadopoetabrdepraiagrande@gmail.com-ccfcappaz@globomail.com
Sites: www.portalpoeticoccf.blogspot.com-www.casadopoetapg.com.br-www.cappaz.com.br