PORTAL POÉTICO CCF NO SEU IDIOMA

ITAPERUNA, MINHA TERRA

ITAPERUNA, MINHA TERRA
De Itaperuna para Praia Grande

segunda-feira, maio 05, 2014

SONETO PARA A VIELA


Gosto muito desta Viela
Que bem podia ser só minha
Por ela a vida passa frenética
De Manhã até a noitinha.

É a Viela do Poeta
A mais agitada do Boqueirão
Nela tem quem dorme com cobertura Extra
E quem passa a noite ligadão.

Quando por aqui Noé aportou
Os bichos na mata foram se acomodando
E a "Arca" no Ed. São Lucas foi se transformando.

Nesta Viela onde acontece do certo  ao errado
Pessoas chegam mergulham, se embebedam e se vão
Outros se divertem fazendo turismo no mercado.

Celso Corrêa de Freitas
ACD Nº 1870 - 05/05/2014 - 10:40 Horas

2 comentários:

Sonia Maria Piologo disse...

Excelente texto meu amigo Celso! Como vc consegue com maestria desenvolver um poema sobre um tema do cotidiano!! Parabéns meu amigo! Bjs.

João Greco disse...

Hummm, conheço essa viela. :-)
Parabéns pelo trabalho e por suas iniciativas, meu querido. Já estou seguindo o seu blog. Abraço.

Biografia

Celso Corrêa de Freitas
56 anos.
Poeta, Escritor e Articulista.
Nascido em Itaperuna-RJ, aos 26 de Agosto de 1954.
Atual Presidente (O sexto) da Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande-SP e da Confraria de Artistas e Poetas pela Paz - CAPPAZ Seccional de Praia Grande-SP.
Coordenador da Cappaz para a Costa de Mata Atlântica(Baixada Santista).
Colaborador ativo nos jornais e demais meios de comunicação (Blogs e Sites). Participante, prefaciante e Organizador de Antologias e livros solos.
Contato: Celso.correadefreitas@gmail.com-casadopoetabrdepraiagrande@gmail.com-ccfcappaz@globomail.com
Sites: www.portalpoeticoccf.blogspot.com-www.casadopoetapg.com.br-www.cappaz.com.br